A dislexia é um transtorno do neurodesenvolvimento que afeta habilidades básicas de leitura e linguagem. É considerada um transtorno específico da aprendizagem porque seus sintomas geralmente afetam o desempenho acadêmico de estudantes, sem que haja outra alteração (neurológica, sensorial ou motora) que justifique as dificuldades observadas.

A palavra “dislexia” é comumente utilizada para se referir ao transtorno específico da aprendizagem com prejuízos nas habilidades de leitura e escrita. Características comuns da dislexia incluem dificuldades no reconhecimento preciso e fluente de palavras, na decodificação e na ortografia.

Há diferentes graus de dislexia, descritos como leve, moderado e severo. O grau de dislexia baseia-se, em geral, na severidade das dificuldades apresentadas pelo indivíduo.

Sintomas que podem estar presentes:
fala dislexia

Na linguagem oral:

  • Atraso no desenvolvimento da fala;
  • Problemas para formar palavras de forma correta, como trocar a ordem dos sons (popica em vez de pipoca) e confundir palavras semelhantes (umidade / humanidade);
  • Erros de pronúncia, incluindo trocas, omissões, substituições, adições e misturas de fonemas;
  • Dificuldade para nomear letras, números e cores;
  • Dificuldade em atividades de aliteração e rima;
  • Dificuldade para se expressar de forma clara.
leitura dislexia

Na leitura:

  • Dificuldade para decodificar palavras;
  • Erros no reconhecimento de palavras, mesmo as mais frequentes;
  • Leitura oral devagar e incorreta. Pouca fluência, com inadequações de ritmo e entonação, em relação ao esperado para a idade e a escolaridade;
  • Compreensão de texto prejudicada como consequência da dificuldade de decodificação;
  • Vocabulário reduzido.
escrita dislexia

Na escrita:

  • Erros de soletração e ortografia, mesmo nas palavras mais frequentes;
  • Omissões, substituições e inversões de letras e/ou sílabas;
  • Dificuldade na produção textual, com velocidade abaixo do esperado para a idade e a escolaridade.
Fatores de risco e proteção

Segundo Hugh Catts, por muitos anos, defendeu-se que a dislexia seria causada por um único déficit subjacente, mais especificamente um problema no processamento fonológico. Dificuldades para armazenar, recuperar e/ou refletir sobre os sons da língua gerariam problemas para as crianças aprenderem a organizar as letras em sons de palavras. Embora as pesquisas mais recentes mostrem que nem todas as crianças com dislexia tenham dificuldades fonológicas e que nem todas as crianças com dificuldades fonológicas tenham dislexia, isso resultou em modelos multifatoriais das causas da dislexia, que defendem que múltiplos fatores funcionam juntos para causar as dificuldades de leitura. O problema fonológico pode ser uma dificuldade primária, mas interage com outros fatores para aumentar ou reduzir a chance de dislexia.

Clique aqui para ler sobre os fatores de risco e de proteção para manifestação da dislexia

*Dr. Hugh Catts é diretor da Faculdade de Ciências e Transtornos da Comunicação da Universidade Estadual da Flórida e professor de Ciências e Transtornos da Comunicação.

É importante lembrar que a dislexia geralmente envolve um conjunto de sintomas. A manifestação e a intensidade desses sintomas variam em cada pessoa.

Definição da Associação Internacional de Dislexia:

A Dislexia do desenvolvimento é considerada um transtorno específico de aprendizagem de origem neurobiológica, caracterizada por dificuldade no reconhecimento preciso e/ou fluente da palavra, na habilidade de decodificação e em soletração. Essas dificuldades normalmente resultam de um déficit no componente fonológico da linguagem e são inesperadas em relação à idade e outras habilidades cognitivas. Consequências secundárias podem incluir dificuldades na compreensão de texto e pouca experiência de leitura, podendo impedir o desenvolvimento do vocabulário e do conhecimento geral. (2002)

Curso Grátis

Este curso on-line foi desenvolvido pelo Instituto ABCD para apresentar a dislexia a todos os interessados em aprender sobre ela. Inscreva-se gratuitamente!

Conheça!

Depoimentos:
Apoio para dislexia
materiais e livros para disléxicos

Como a família pode apoiar a criança com dislexia? Dicas para ajudar famílias a apoiar crianças com dislexia. Clique aqui e acesse.
Grupo de pais: O Instituto ABCD acredita que o contato frequente entre pais com preocupações semelhantes tenha o potencial de influenciar positivamente o desenvolvimento de seus filhos. Buscando favorecer a criação e o desenvolvimento de grupos de pais de crianças e jovens com transtornos de aprendizagem, o Instituto ABCD elaborou este Guia Orientador para que você possa formar um Grupo de Pais em sua cidade. Este guia visa a ajudar a iniciar essa colaboração e oferece sugestões de como organizar, planejar e realizar os encontros do grupo.
Cartilha para download: clique para baixar
Grupos para seguir:
@dislexia.mt
@maesdislexiabrasil
@dislexclub
@dislexbahia
@dislexia_sp
@dislexiaparana

Série Todos Entendem – Cartilha elaborada pelo iABCD em parceria com profissionais especializados para informar e apoiar familiares de crianças e jovens com dislexia. De forma didática, ela traz informações sobre como identificar sinais da dislexia e lidar com as dificuldades enfrentadas pelo disléxico no dia a dia. O material também oferece dicas práticas para otimizar a aprendizagem. Adultos com dislexia também podem se beneficiar do material. Acesse: https://www.institutoabcd.org.br/todos-entendem/

A dislexia é um dom? – A ideia de que a dislexia vem acompanhada de dons cognitivos é a base do movimento que celebra as vantagens de ser disléxico. Este infográfico do Instituto ABCD ilustra as vantagens e as desvantagens de ver a dislexia como um dom. Clique aqui para baixar o infográfico.

Dislexia Vs. TDAH – A dislexia e o transtorno do déficit de atenção com hiperatividade são condições distintas, mas que frequentemente andam juntas. De acordo com a Associação Internacional de Dislexia, 30% das pessoas com dislexia também têm TDAH. Este infográfico do Instituto ABCD faz uma comparação entre a dislexia e o TDAH. Clique aqui para baixar o infográfico.

5 coisas para não dizer a seu filho com dislexia – Recomendações sobre o que não falar a uma criança com dislexia (clique aqui para baixar).

eBook leitura, escrita e matemática – Livro criado para estudantes e profissionais que atuam no campo da aprendizagem escolar formal. Clique aqui e acesse.

eBook Covid-19 – Livro criado pelo Instituto ABCD, em parceria com um grupo de especialistas, para discutir como será o retorno às aulas para crianças e jovens com transtornos da aprendizagem. Clique aqui e acesse.

EduEdu – solução gratuita do Instituto ABCD para alunos com dificuldades em leitura e escrita.

Baixe gratuitamente na PlayStore: baixar
Formação EduEdu para Educadores: acessar
Depoimentos sobre o EduEdu: visualizar